Battle Royale - Você não pode desistir, fugir ou se esconder, e nem confiar em ninguém

 Um programa onde os estudantes devem se matar até que reste apenas um.
Conta a história de uma classe de estudantes que é sorteada a participar de um jogo de sobrevivência, onde os estudantes precisam matar uns aos outros, e o jogo só termina até que reste apenas um.

Agora imagine, você é levado desacordado a uma ilha, e quando recobra os sentidos, todos estão numa sala de aula com um cara louco falando que você terá que matar os amigos com que convive todos os dias na escola, além de você não poder desistir, fugir, se esconder ou confiar nas pessoas ao seu redor.

Um programa que coloca em jogo a vida das pessoas, cada estudante ainda recebe uma mala para ajudar na sobrevivência, onde pode conter qualquer tipo de arma desde metralhadoras a uma pequena faca. Além de todos possuírem um tipo de coleira que determina se a pessoa está viva e explode se ninguém matar ninguém num determinado período de tempo além de estourar se algum indivíduo estiver em uma zona proibida.
Battle Royale é com toda certeza o melhor seinen de jogos de sobrevivência, que a verdade seja dita, uma história onde você não sabe que rumo irá tomar, onde coisas improváveis podem acontecer e tudo está em jogo, cada decisão errada pode custar uma vida(ou muitas) e todos os personagens possuem personalidades diferentes e histórias diferentes. Tudo é retratado, o ponto de vista de cada um, oque faz com que a história se torne mais interessante e surpreendente. 

Com uma arte lindíssima, história marcante e momentos adultos, esse mangá não segue nenhum daqueles padrões de "isso não iria acontecer com um principal" acredite, eles não poupam na crueldade, é um mangá sem pudor, ele é repleto de violência  do começo ao fim e criatividade não faltou para eles fazerem cada cena.
Então se pretende ler esse mangá lembre-se: cuidado, o jogo já começou.
Se já leu, comente ai embaixo oque você faria para sobreviver nesse jogo? 
 ~TS e JP

Comentários

Postagens mais visitadas