Rua Cloverfield,10 - Comentando sobre o filme

UM filme envolvente que meche com seu psicológico de um jeito nunca visto antes
Após brigar com o namorado Michelle foge de casa e sofre um acidente de carro, ao acordar se vê presa em um local estranho desconhecido, ela está na verdade em um bunker subterrâneo que pertence a Howard, um ex-marinheiro cheio de teorias da conspiração. Diz ele que o mundo sofreu um "ataque" e que o único lugar seguro era ali em baixo.

CRÍTICA e COMENTÁRIO:

A obra tem o mesmo nome de outro filme de 2008, chamado cloverfield, por alguns detalhes você acaba pensando ser alguma continuação ou ter alguma ligação entre eles, mas não é o caso.

O filme começa parecendo um suspense pelo fato da garota ter sido aparentemente sequestrada, mas ao longo da história você muda de ideia e começa a acreditar em toda aquela piração que Howard falava...

Além de Michelle, Emmett também havia ido para o bunker, na minha opinião foi essencial ele estar ali, pois deixou o filme com uma cara mais... Calma, por um tempo, já que Howard parecia apenas um doido que estava mantendo eles ali presos e você realmente fica com essa impressão dele por um bom tempo, mas em um certo ponto do filme tudo que ele falou começa a fazer sentido, Emmett diferente de Michelle acreditava no "ataque".

É impressionante como eles ficam fazendo você pensar quem estar falando a verdade e o que está acontecendo lá fora, esse é do tipo de filme que te surpreende, ao contrário de filmes como "O mistério da cabana" esse não te dá nenhuma resposta antes do tempo, você tem que se virar com as dicas que eles te dão. As coisas mudam de cara constantemente, você em certas horas vai ficar pensando que eles tem que sair dali, outra hora você acha que eles tem que ficar lá, o clima que te passam é muito interessante, já que em certos momentos, parece que lá dentro tá tudo as mil maravilhas, mas em certo ponto... Tudo fica incrivelmente tenso.
~Super Spoiler~
Na parte do filme em que Howard mata Emmett você vê que Michelle não pode ficar mais lá de jeito nenhum( como eu disse antes, ele é que deixava o clima mais calmo ali), então ela tenta a todo o custo sair dali pra longe de Howard que agora estava mostrando ser realmente um psicopata.
~Spoiler amenizando~
No final do filme, quando você ta pensando que vai ser daqueles finais que eles só mostram o que estava lá fora e cortam pros créditos, o filme ainda te surpreende com cenas emocionantes e mostram na pele o que era que tinha lá fora e o final chega a ser tão interessante que deu até brecha para uma continuação.
~JP e TS

Comentários

Postagens mais visitadas