Conversando sobre.. La Planète Sauvage

La Planète Sauvage - Planeta Fantástico 

(1973)

Analisando e comentando sobre essa fascinante obra de arte.


Um filme crítico, distópico e psicodélico... Que une muitos assuntos e vários "tempos". Utilizando da melhor forma possível a arte e os sons. No início do filme parece mais uma pintura em tela com movimentação, uma arte tão bela e de cores mortas, expressiva e inquieta. Em seus primeiros minutos só os sons faziam parte e a imaginação é que nos dizia oque estava acontecendo ali.
Mais tarde os personagens são revelados e as falas se iniciam. O mais interessante é a possibilidade de se ter analogias  diferentes na trama. Que me fizeram imaginar muitas coisas, até mesmo "Deuses" brincando com os humanos. Mas na verdade eram "alienígenas" brincando com os Oms (humanoides).
Os alienígenas enormes chamados de Draags (Traags), tratavam os Oms da mesma forma que tratamos animais de estimação ou pior, os insetos. Refletindo a crueldade humana, os Draags, seres que possuem um alto nível de conhecimento, ainda sim continuavam oprimindo a raça inferior.

O filme se centraliza no humanoide chamado Terr, cujo a mãe foi morta por crianças Draags. O garoto acaba virando o "bichinho de estimação" de Tiva, filha do Mestre Sinh. Que o proporciona doses de conhecimento.
Mal sabiam eles, que a existência de Terr, seria a queda desse mundo caótico para os Oms.
Muitas coisas chamaram a minha atenção em especial, uma dessas coisas foi o fato dos Draags possuírem uma expectativa de vida mais alta e uma taxa de natalidade menor que o dos Oms, O que nos faz comparar com verdadeiros animais de estimação, e nos coloca numa situação estranha e desconfortável, nos dando uma perspectiva de tempo diferente.

Para quem não assistiu e se interessou, garanto que não vai se arrepender!
~TS

Comentários

Postagens mais visitadas